09 janeiro 2009

SeP aRAçÃo...

Fico pensando em por que a maioria dos velhinhos nos olham de uma maneira distante e serena..
Bem, a maioria. (tudo bem... não muitos..)
E cada vez mais chego a conclusão de que é pq eles adquiriram experiência para administrar, não registrar, ou simplesmente, se acostumar com situações, que os mais jovens, ou menos experientes não conseguem (iam) compreender.. ou "levar na manha"...



a separação.

Seja ela de um companheiro, de um amigo, ou mesmo de um animal..

No amor.

No amor tudo se torna mais difícil por causa do egoísmo do outro. (já percebí também que nos nunca somos egoistas, denunciaria nossa culpa..).

Se torna difícil por que o outro nunca cumpre as promessas mais importantes..

Como a de se manter fiel, ou mesmo de estar sempre junto, "na alegria, tristeza ou dificuldades"

ë incrível como poder de decisão do ser humano (de se separar nos momentos mais difíceis) pode se tornar uma das atitudes mais rapidas do que como por exemplo escolher o suco que se vai tomar em um lanche..

é assim.. "pá. pou". Acabou! (Tipo, agora o negócio ta se tornando difícil para a minha capacidade... então é melhor cada um seguir seu "rumo?")
Me diga. Então, pra que mesmo se fazem promessas???

Pensei em fazer uma promessa de dizer "eu te amo" apenas no dia do nascimento do meu primeiro filho, talvez só p ele... acho que as pessoas estao se assustando com essa confissão..

Nunca vou te deixar, te amo, você é tudo pra mim, adoro estar juntinho com vc, assistindo filme, fazendo coisas juntos... tudo da boca pra fora?

ta certo ate acho que não, mas daí vou ter que culpar o tal do costume... mas então nem precisa dessas declarações fracas de atitudes..

Bem o negócio é o seguinte: o tempo nos faz aprender a segurar a peteca em um paozinho fino e de cerca de quatro metros em dia de ventania, sem deixá-la cair..

É é claro que ela vai cair, é a lei do mundo, que dizer da gravidade, certo?

Mas de tanto ela cair, aprendemos a juntá-la rapido e colocá-la la em cima de novo, até a próxima ventania... o tempo passa, e aprendemos que não adianta se estressar, se essa sumir, tem que "arranjar" outra para continuar a "brincadeira"...

O tempo passa, ficamos mais velhos, a velocidade para se arrumar outra peteca se torna menor, afinal de contas você também aprendeu a ser mais seletivo..

Não dá pra ser "qualquer" peteca... tem que ser uma com maior equilibrio, pra poder nos ajudar a "manter o equilibrio"com parceria. Mútuo..

Daí pode vir vendaval, ventania, maremoto, e ela vai estar lá. colorida.
Tempo>sabedoria>paciência..

pS. ainda n tenho.

(brincadeirinha...)

pS2. Segurança. Quem não quer? ;"

Um comentário:

  1. kathully: escrevi um comentario no sei email da ig, aqui n coube...hehhe bejim

    ResponderExcluir

ObrIGadA pEla ViSItA.
EsPeRO qUe TEnhA GoSTAdo.
vOlTE MaIS.
:)