31 julho 2009

AmiGO!!!

Amigo pra mim é assim...
Não tem que, necessariamente...
Andar lado a lado,dia e noite ou viver de segredinhos afastando-se dos demais. Não tem que ficar falando só de bem do outro, enchendo de presentes, fazendo brincadeiras.
O amigo certo está nas horas certas.Está no momento da aflição.
Está no momento de luta.
Está nos momentos de celebrar a vida e refletir sobre ela.
Não é necessário também que sempre esteja aconselhando.
O conselho é importante, mas às vezes um gesto vale mais.
Um afago é tudo o que se precisa.
Amigo também não tem que ser perfeito, nem tem que ser cobrado.
Um bom amigo compreende, mas também precisa ser compreendido.Um amigo não tem que ser o mesmo para todas as horas de sua vida.
Mas é muito bom ter em todas as horas a presença de um amigo.
É por isso que se diz que o sentimento de amizade é o mais importante do mundo.
Ele transforma, edifica o ser humano.
Muito do que sou, devo às relações de amizade que tive e tenho com você.
Isso não tem dinheiro que pague!
Amiga também amo você, obrigada pelas palavras tão carinhosas.

E para todos que tem um amigo ou que desejam ter um amigo fiel, que esteja sempre ao seu lado, e que por mais que você mesmo o abandone, o traia, o esqueça, Ele quando sela uma amizade, nunca mais abandona, fica para sempre.
Toda uma eternidade ao nosso lado.
Por que Ele é mais que fiel para cumprir suas promessas... Ele nunca esquece.


Meu amigo número Um! (Te amo Senhor!) :))


Isaías 55:3
Inclinai os vossos ouvidos, e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque convosco farei uma aliança perpétua, dando-vos as firmes beneficências de Davi.

27 julho 2009

DúVidAS dE cOMputAdoR??


CLIENTE: "Não consigo fazer conexão com a Internet."
SUPORTE: "Tem certeza que utilizou a senha certa ?"
CLIENTE: "Sim, tenho certeza. Vi um colega fazendo."
SUPORTE: "Pode me dizer qual foi a senha ?"
CLIENTE: "Cinco estrelinhas."
(Kit privacidade Lan House)
----------------
CLIENTE: "Não consigo imprimir. Cada vez que tento, o computador diz: "Não é possível encontrar a impressora". Já levantei a impressora e coloquei-a em frente ao monitor, mas o computador continua dizendo que não consegue encontrá-la."
--------------
SUPORTE: "Serviço ao cliente da HP. Sérgio falando. Em que posso ser útil?"
CLIENTE: "Tenho uma impressora HP que precisa ser reparada."
SUPORTE: "Que modelo é ?"
CLIENTE: "É uma Hewlett-Packard."
SUPORTE: "Isto eu já sei. É colorida ou preto e branco?"
CLIENTE: "É bege."
(Impressora de unhas)
------------
SUPORTE: " Bom dia. Posso ajudar em alguma coisa ?"
CLIENTE: "Eeh, Olá. Não consigo imprimir."
SUPORTE: "Pode clicar no 'Iniciar' e... ?"
CLIENTE: "Calma aí! Não responda assim muito tecnicamente. Não sou o Bill Gates!"
---------
CLIENTE: De repente aparece uma mensagem na minha tela, que diz Clique 'Reiniciar'... O que eu devo fazer ?"
SUPORTE: O senhor aperte o botão solicitado, desligue e ligue novamente. Sem pestanejar, o cliente desliga o telefone na cara do atendente e liga para o suporte novamente.
CLIENTE: E agora o que eu faço ?
------------
CLIENTE: "Tenho um grande problema. Um amigo meu colocou um protetor de tela no meu computador, mas a cada vez que mexo o mouse, ele desaparece!"
------------
SUPORTE: "Em que posso ajudar ?"
CLIENTE: "Estou escrevendo o meu primeiro e-mail."
SUPORTE: "OK, qual é o problema ?"
CLIENTE: "Já fiz a letra "a". Como é que se faz o círculozinho em volta dela?"
------------
CLIENTE: "A Internet também abre aos domingos ?"
------------
Depois de um tempo falando com o atendente do suporte.
SUPORTE: "o que tem do lado direito da tela ?"
CLIENTE: "uma samambaia !"
SUPORTE: silêncio...

26 julho 2009

CoMo CriARaM Os NÚmeROs? FoI fÁciL!!

Os números como os conhecemos hoje são Algarismos Arábicos, e foram trazidos da Índia para o Ocidente e por isto também são chamados indo-arábicos.
Foram criados por Abu Abdullah Muhammad Ibn Musa al-Khwarizmi (778 (?) - 846).Al-Khwarizmi nasceu na região central da Ásia, onde hoje está localizado o Uzbequistão. Posteriormente emigrou para Bagdá, onde trabalhou na “Casa da Sabedoria” como matemático durante a era áurea da ciência islâmica.
Foram introduzidos na Europa por Fibonacci, matemático e mercador italiano, que escreveu no seu livro Liber abaci os conhecimentos que adquiriu no Oriente.Logo se popularizou pela facilidade de se calcular valores, em comparação com os Algarismos Romanos, que em cálculos maiores, desprendiam uma verdadeira ginástica mental para se elaborar o cálculo.Os algarismos indo-arábicos não foram adotados em Portugal nem na península ibérica de imediato, mas com o tempo e as facilidades apresentadas, foram adotados em toda a Europa.
Hoje é usada uma versão pouco modificada destes algarismos na maioria dos países do mundo.Teoricamente pode-se supor que cada algarismo continha originalmente exatamente a quantidade de ângulos cujo número se desejava representar.Assim o algarismo "1" era representado por dois traços que se uniam num vórtice superior (como um "V" invertido), o "2" como um "Z", o "3" como um sigma (Σ) invertido, o "4" quase exatamente como é hoje.
Em outras palavras, os números arábicos um, dois, três e quatro foram baseados em traços que formam ângulos, assim:
a) O número um tem um ângulo,
b) O número dois tem dois ângulos aditivos,
c) O número três tem três ângulos aditivos,
d) O número quatro tem quatro ângulos aditivos.Teoricamente, devido à escrita cursiva, o número quatro teria sido modificado e fechado, facilitando a sua caligrafia e futura tipografia, tornando-o diferente, por exemplo, do símbolo da cruz.
Já o número zero, era representado por um circulo, indicando a ausência de ângulos.
O quadro abaixo ilustra a idéia de ângulos e o fechamento da cruz, originando o número 4, como o conhecemos hoje.
Texto totalmente colado de:

24 julho 2009

suGEstãO dE filMe prA queM goSTa DE fILMe (aNTiGo)

Aqui estão relacionados alguns filmes antigos que gostei muito de assistir por ser cinemanáca, de certa forma, e resolví colocar como sugestão de férias pra vocês...

Preparem o refri e a pipoca que a sessão já vai começar:
... espero que gostem!

SILENT HILL:
Um dos filmes de terror pisicolócos mais emocionantes de minha vida.
Ninguém ta barrando esse.
Sinopse: Rose não consegue aceitar a idéia de que a filha Sharon está morrendo por uma doença fatal.
Sob os protestos do marido, ela foge com a filha, com a intenção de levá-la a um curandeiro.
No caminho, ela acaba adentrando um portal que as conduz a assustadora e deserta cidade de Silent Hill. Sharon desaparece em Silent Hill, e Rose segue o que pensa ser a silhueta da filha por toda a cidade.
Logo fica claro que a cidade é diferente de tudo o que ela já viu.
O filme começa com Sharon correndo pela sua cidade à noite, gritando o nome da cidade Silent Hill.
A mãe tenta acalmá-la, contando que não é a primeira vez que isso ocorre.
Ela decide, então, levar a filha à cidade.
Sua viagem inclui parte da noite, quando uma suspeita policial começa a seguí-la.
Com medo, Rose sai correndo e acaba chegando em seu destino mais rápido do que o esperado, dormindo com sua filha no carro.
E enquanto está dirigindo muito rápido quase chegando á cidade, Rose vê uma menina no meio da rua e desvia, então desmaia.
Quando acorda, percebe que Sharon sumiu.
Desesperada, ela começa a procurar a menina por toda a cidade aparentemente desabitada. Rose, sai correndo e encontra com a policial Cybil, que tenta prendê-la.
Aos poucos, as duas vão se conectando por conta do terror que envolve a cidade e, também, por causa da busca pela menina. Rose descobre cada vez mais coisas sobre si mesma, sobre a cidade e sobre sua filha.
No filme há uma coisa interessante que é a sirene. Quando ela toca, as trevas aparecem e então todos os "monstros" de lá começam a ter vida.
Essa sirene dura algum tempo, e depois tudo volta ao normal.
Os habitantes humanos que restaram lutam uma batalha inútil contra a Escuridão. Rose procura pela menininha enquanto descobre a história de Silent Hill e que Sharon é apenas mais uma peça de um jogo bem maior.

+ O orçamento ficou em aproximadamente US$ 50 milhões.
+ Mark Dacascos (Pacto dos Lobos) seria um dos protagonistas do filme, mas o roteiro foi modificado e seu personagem excluído.
+ Baseado no jogo de sucesso da Konami Corporation

Textos:
........................ ...............................
A LISTA DE SCHINDLER:
Um antigo militar polonês, bem relacionado com a SS, que progride rapidamente nos negócios ao se apropriar de uma fábrica de panelas, após o decreto que proibia aos judeus serem proprietários de negócios.
Schindler se valeu de sua fortuna crescente para "comprar" membros da Gestapo e dos altos escalões nazistas com bebida, mulheres e produtos do mercado negro.
Seu afiado senso de oportunidade o levou a contratar um contador judeu – mais barato do que um profissional polonês.
Ele é Itzhak Stern, a mente por trás do que seria o começo de tudo: com o argumento de que os trabalhadores judeus representavam uma lucratividade maior para o negócio, ele convenceu Schindler a fazer destes 100% da força de trabalho empregada em sua fábrica. Com o tempo, famílias judias passaram a trocar suas reservas financeiras por postos de trabalho (que os mantinha longe dos campos de concentração), permitindo que os negócios crescessem ainda mais.
A guerra avançou e Hitler lançou a campanha de "Solução Final", que acabaria definitivamente com os guetos, transferindo toda a população judia para os campos de concentração. Amon Goeth foi o comandante de um desses campos e um dos amigos mais próximos que Schindler teve entre os oficiais da Gestapo.
Quando os trabalhadores de sua fábrica começaram a ser transportados para o campo de Plaszóvia, Schindler convenceu Goeth a colocá-los num ambiente separado dos outros, um lugar onde ficassem mais protegidos. Numa determinada noite, passeando perto de um dos parques de Cracóvia, Schindler assistiu à invasão do gueto da cidade. Dias mais tarde, ele acompanhou uma ida de Goeth ao campo de concentração e assistiu às instruções que este recebeu para cremar os cadáveres dos mortos no massacre do gueto. Schindler e o contador passaram a noite a digitar os nomes das famílias que seriam transportadas para a Tchecoslováquia ao invés de irem para Auschwitz. Para cada um dos 1.100 nomes que comporiam a lista, Schindler viria a pagar um boa soma de dinheiro a Goeth, que tomaria as medidas necessárias para o que o desvio de rota fosse bem sucedido. Schindler fundou a fábrica de utensílios de cozinha Emalia para enriquecer com a guerra.
Nela empregou entre 1939 e 1944 muitas centenas de judeus.
Eram a sua força de trabalho, empregados especializados, mesmo que não o fossem, não deixavam de ser escravos.
Pensou, durante algum tempo, que bastava aos seus judeus e aos outros manterem-se saudáveis para chegarem ao fim da guerra vivos.
Percebeu que não, depois percebeu que iam morrer todos e usou o que ganhara com eles para salvar alguns.
Mais de mil. Schindler escreveu os seus nomes numa lista e deu-lhes vida.
Texto:
........................... .................................

Casada com um homem mais velho, Diane Arbus (Nicole Kidman, vencedora do Oscar por "As Horas") passou muito tempo procurando o seu próprio destino. Ela sente que falta algo em sua vida - que encontra em seu vizinho, o misterioso e inacessível Lionel (Robert Downey Jr., de "Beijos e Tiros"). Inicialmente, a fotógrafa fica assustada... e, ao mesmo tempo, atraída por ele. Começa então uma estranha e intensa paixão, uma viagem ao fundo das emoções e da alma desta bela mulher, em um jogo de sedução que promete transformá-la para sempre.

O diretor Steven Shainberg e o roteirista Erin Cressida Wilson decidiram por não fazer uma cinebiografia convencional.
Ao invés disto criaram uma Diane Arbus que tinha elementos de sua vida real, mas também fantasia relacionada ao seu trabalho artístico.
+ Inicialmente seria Samantha Morton a intérprete de Diane Arbus.
+ O orçamento de A Pele foi de US$ 16,8 milhões

Baseado em uma história real.
A um tempo atrás postei umas imagens feitas por essa fotografa Diane Arbus, que ainda hoje em dia influência fotos e passarela... Deem uma olhadinha é altamente bizarro! (ver: postagens antigas)
Texto:

............................ ....................................

A VIRADA:
Jay Austin quer vender carros usados da pior maneira... e é assim mesmo que ele negocia na sua loja.
Promete muito mais do que pode cumprir e faz qualquer coisa para vender um carro. Sua atitude manipuladora se manifesta em todos os seus relacionamentos. Até sua esposa e seu filho sabem que não podem confiar nele.
Mas Jay passa a trabalhar na restauração de um modelo clássico conversível e começa a ver que Deus está se esforçando para recupera-lo. Ao encarar a realidade de como ele se comporta de verdade, Jay Austin vive uma grande reviravolta: aprende a honrar a Deus nos negócios, nos relacionamentos, na sua vida toda!
Filme pra toda a família.
.................................... ....................................
Este é também um terror pisicológico. Porém individual e agonizante... Temos vontade de pular lá com esse cara e o solta de sua:
CAMISA DE FORÇA:
Um veterano da Guerra do Golfo que sofre de amnésia é preso em uma clínica psiquiátrica, na qual é submetido a um tratamento experimental.
Com Adrien Brody, Keira Knightley, Kris Kristofferson e Jennifer Jason Leigh.
Jack Starks (Adrien Brody) é um veterano da Guerra do Golfo que retorna à sua cidade natal, após se recuperar de ter recebido um tiro na cabeça.
Jack sofre atualmente de amnésia, sendo que após ser acusado de ter assassinado um policial é recolhido a um hospital psiquiátrico. Lá o dr. Thomas Becker (Kris Kristofferson) faz com que Jack tenha drogas experimentais injetadas em seu corpo, como parte de testes para um novo tipo de tratamento.
Imobilizado em uma camisa de força, Jack constantemente é trancado por um longo tempo em uma gaveta de cadáveres, no necrotério da clínica em que está. Completamente drogado, a mente de Jack consegue se projetar para o futuro, no qual conhece Jackie Price (Keira Knightley) e descobre que ele próprio irá morrer daqui a 4 dias.

+ O orçamento de Camisa de Força foi de US$ 19 milhões
+ Keira Knightley deixou os sets de filmagens de Rei Arthur para poder fazer um teste para integrar o elenco de Camisa de Força.

http://www.adorocinema.com/filmes/camisa-de-forca/camisa-de-forca.asp
................................................ ............................................
Esse filme é lindo, épico, envolvente, dá certa aflição, pelo sofrimento do ator em relação à busca do amor...
... e no fim dá vontade de ter alguém que sinta esse amor da mesma maneira por nós.... reciprocamente.
Claro!
EM ALGUM LUGAR DO PASSADO:
É um filme de 1980 do gênero drama e Ficção Científica, com a direcção de Jeannot Szwarc que retrata a vida de um jovem que retorna ao passado para resgatar uma mulher que, no presente, diz ser o seu grande amor.
Universidade de Millfield, maio de 1972. Richard Collier (Christopher Reeve) é um jovem teatrólogo que conhece na noite de estréia da sua primeira peça uma senhora, idosa, que lhe dá um antigo relógio de bolso enquanto, em tom de súplica, lhe diz: "volte para mim".
Ela se retira sem dizer mais nada, deixando Richard intrigado enquanto volta para seu quarto no Grand Hotel. Chicago, 1980. Richard não consegue terminar sua nova peça, assim decide viajar sem destino certo e resolve se hospedar no Grand Hotel.
Lá resolve visitar o Salão Histórico, que esta está repleto de antiguidades e curiosidades do hotel, e fica encantado com a fotografia de uma bela mulher. Como não havia plaqueta de identificação Richard procura Arthur Biehl (Bill Erwin), um antigo funcionário do hotel, que diz para Richard que o nome dela é Elise McKenna (Jane Seymour), uma atriz famosa que fez uma peça no teatro do hotel em 1912. Collier fica tão obcecado com o rosto de Elise que decide não partir e então vai até uma biblioteca próxima, onde pesquisa sobre McKenna.
Para sua surpresa descobre que Elise é a mesma mulher que lhe deu o relógio, que ele carrega até hoje.
Richard então procura Laura Roberts (Teresa Wright), que escreveu o artigo sobre Elise. Inicialmente ela não o recebe bem, mas quando ele mostra o relógio Laura fica espantada, pois era uma objeto de estimação que ela nunca se separava e sumiu na noite em que ela morreu, ou seja, na noite em que falou com Richard.
Ao conversar mais calmamente com Laura, Richard toma consciência que ele e Elise tinham vários fatores em comum, mas parece que para achar a peça que falta deste bastante intricado quebra-cabeças ele terá de ir em algum lugar do passado, mas para isto precisa se desligar totalmente do presente.
+ Como carros não eram permitidos na região onde ficava o Grand Hotel, a produção de Em Algum Lugar do Passado teve que obter autorização especial da Prefeitura para que pudesse utilizá-los nos sets de filmagens.
Entretanto a autorização valia apenas para as cenas que seriam rodadas, não permitindo que atores e a própria equipe técnica usassem carros para se locomover.
+ O orçamento de Em Algum Lugar do Passado foi de US$ 5,1 milhões.
O filme é baseado no romance de Richard Matheson originalmente publicado com o título de Bid Time Return em 1975 e mais tarde republicado como Somewhere in Time.
Texto:
.......................... ..............................

O PIANISTA:
(The Pianist, em inglês) é um filme de 2002, do gênero drama biográfico, dirigido por Roman Polanski e com roteiro baseado em obra autobiográfica de Władysław Szpilman, sobre a sua experiência como sobrevivente da perseguição nazista e seu dia a dia nos campos de concentração
O pianista polonês judeu Władysław Szpilman interpretava peças clássicas em uma rádio de Varsóvia quando as primeiras bombas caíram sobre a cidade, em 1939.
Com a invasão alemã e o início da Segunda Guerra Mundial, começaram também restrições aos judeus pelos nazistas

Inspirado nas memórias do pianista, o filme mostra o surgimento do Gueto de Varsóvia, quando os alemães construíram muros para enterrar os judeus em algumas áreas, e acompanha a perseguição que levou à captura e envio da família de Szpilman para os campos de concentração.
Władysław é um dos poucos judeus que consegue sobreviver, vivendo escondido em prédios abandonados espalhados pela cidade, até que o pesadelo da guerra passasse..

Bem fiz com todo carinho esta postagem pra vocês...
Dai encontrei essa imagem que achei interessante, mas que não tinha motivo de ser usada.
Claro que se levando em conta o respeito a que me cabe por cada um que aqui visita.
Achei um motivo pra usar essa imagem:
... fiz com todo carinho esta postagem pra vocês...
.... mas.....
se por acaso minha escolha não satisfizer alguma opinião formada por criticos de plantão: